Os massacres em The 100


Se existe uma série que tenha tantas mortes quanto Game of Thrones, essa série é The 100. 

Desde a primeira temporada, quando o show se vendia muito mais como adolescente e não como drama pós-apocalíptico, mortes já eram recorrentes nos episódios. Com o tempo, as coisas mudaram e as mortes recorrentes se tornaram massacres.

Hoje, a sétima e última temporada estreia nos Estados Unidos, na CW, e, para marcar a data, vamos relembrar os massacres que houveram na série. Vale lembrar que há spoilers.


Anel de fogo

O primeiro massacre ocorre nos últimos episódios da primeira temporada, quando guerreiros terrestres estão atacando a nave dos 100 que vieram do espaço. Para se proteger, os Skaikru (povo do céu) preparam um campo minado e um anel de fogo ao redor da nave, queimando quase que instantaneamente todos os guerreiros.

Tondc

A segunda temporada é marcada pelos acontecimentos do último episódio, que falaremos a seguir, mas antes outro assassinato em massa acontece, em Tondc. Nesse episódio, Monte Weather descobre que os líderes de diversos clãs irão se reunir em Tondc, uma vila terrestre, e, por isso, envia um míssil para matar todos. Aqui, mais de 250 pessoas morreram.

Monte Weather

Agora vamos falar sobre os episódios finais da temporada. Quando Clarke percebe que não há outra maneira de salvar seu povo, que havia sido capturado por moradores de Monte Weather com a intenção de drenar medula óssea, ela toma a decisão de liberar o ar exterior, extremamente radioativo para os montanheses, para dentro do Monte. Cerca de 400 residentes do local morreram pela radiação.

Hakeldama


Hakeldama

Na terceira temporada, quando os Skaikru finalmente conseguem se tornar o 13º clã, Lexa, a comandante dos terrestres, envia 300 soldados para defender Arkadia (os Skaikru) dos Azgeda. Nesse meio tempo, a liderança em Arkadia muda e quem toma o poder é Pike, ditador que ordena o extermínio dos 300 soldados.

Praimfaya

Já pulamos para o final da quarta temporada. Com o fim do mundo se aproximando, mais uma vez, todos os 13 clãs precisam buscar uma forma de sobreviver e essa forma é um bunker onde há espaço para apenas 1.200 pessoas. Dessa forma, o espaço é dividido igualmente entre os clãs e uma decisão de quem morre e quem vive é tomada. O povo Skaikru, não decidindo de maneira pacífica, é apagada por seus líderes e, assim, eles seguem uma lista criada por Clarke para decidir quem ficaria no bunker. Somente do povo Skaikru, 350 pessoas foram deixadas de fora.

Praimfaya


A quinta e sexta temporada não são marcadas por massacres, mas é válido lembrar que, na quinta temporada, dentro do bunker onde estavam os 1.200 sobreviventes, cerca de 400 deles morreram em batalhas. Também foi deixado de fora o extermínio em massa de mais de 6,5 bilhões de pessoas, que foram as explosões das bombas que deram início à série. Agora, será que veremos mais algum assassinato em massa na reta final de The 100? Só assistindo para saber.

Você pode conferir o trailer e outras informações da sétima temporada clicando aqui.

_________________________________________________

Todo mês, uma edição da revista Jovem Geek é lançada no nosso site, abordando temas variados dentro da cultura pop, como séries, livros, filmes, animes e etc. 

Se interessou? Basta adicionar seu e-mail no nosso mailing!

Postar um comentário

0 Comentários