BGS divulga pesquisa sobre o mercado de games, encomendada pelo Datafolha



A Brasil Game Show, maior evento de games da América Latina, encomendou uma pesquisa para o Datafolha, instituto de pesquisa sobre o mercado de games no Brasil. O objetivo era o de conhecer um pouco mais sobre o perfil do consumidor de games brasileiro, e como está o mercado nacional.

Foram entrevistadas aproximadamente 2.500 pessoas de todas as regiões do país, englobando cerca de 145 municípios. Revelou-se que a cada 10 brasileiros, 4 jogam videogame e desses, 53% são do sexo masculino e 47% do sexo feminino, e a idade média dos jogadores é de 30 anos.

A região que mais possui jogadores é o sudeste, seguido do nordeste, sul, norte e centro-oeste. Além de informações demográficas, a pesquisa buscou entender mais sobre o perfil desses jogadores, suas motivações e quais são os seus gêneros favoritos de games. A maioria, 80% dos entrevistados, revelou jogarem por diversão e entretenimento, 11% para descansar, 3% para exercitar a mente e 2% para interagir com amigos e parentes. Sobre os estilos de jogos preferidos, ação e aventura lideram, sendo a maior relevância os esportes eletrônicos, que estão crescendo cada vez mais na indústria.

"Sempre foi um desafio encontrar dados que refletissem a realidade do mercado brasileiro de games, e o trabalho feito em parceria com o Datafolha muda totalmente este cenário. Há mais de uma década estamos em contato direto com os jogadores e as principais empresas do setor, e queremos aproveitar essa expertise para produzir e oferecer conteúdos e informações relevantes a todos aqueles que, no Brasil e no exterior, se interessam pelo nosso mercado", revelou Marcelo Tavares, CEO da BGS.

Ele também comentou a respeito da pandemia que o mundo está enfrentando sobre o COVID-19, e em como isso deve mexer com o comportamento dos consumidores.

"Com as pessoas passando mais tempo em casa, é natural que os games se tornem ainda mais uma excelente opção de lazer, entretenimento e interação com amigos. No início do ano, por exemplo, um terço dos gamers diziam jogar todos os dias e o consumo semanal médio era de 11 horas e meia. Quando revelarmos a próxima edição da pesquisa, certamente veremos o impacto desse momento que vivemos".

A pesquisa foi feita durante o 1º semestre desse ano de 2020. Caso queira saber mais, basta acessar o site da BGS:

Postar um comentário

0 Comentários