Patty Jenkins indica que o terceiro filme de "Mulher-Maravilha" deve ser seu último da franquia


A experiência visual que nos faz amar ou rejeitar um filme depende da maneira que um diretor trabalha com a linguagem cinematográfica para atingir o público. Sem dúvida, nessa nova era de "Filmes de Super-Heróis", a Mulher-Maravilha e sua experiência nas telonas fizeram com que uma legião de fãs surgisse. Parte de toda essa euforia que os espectadores demonstraram se deve às habilidades de Patty Jenkins, que pode estar se despendido da franquia de uma das heroínas mais fortes da DC.

Em uma entrevista para Geek, uma revista alemã, a diretora falou sobre suas expectativas e desejos para seu próximo filme, Mulher-Maravilha 1984. Patty disse que esse filme representa uma liberdade de trabalho diferente do que teve com o primeiro e vê a super-heroína em uma nova fase e com um potencial que não havia visto. Nas palavras dela, Diana estaria no "ápice de suas forças" e enfrentaria um grande dilema que vimos anteriormente com o arco do Superman, uma figura com poderes de extensão divina que busca salvar a humanidade.

Jenkins ainda relevou durante a entrevista que o terceiro filme deve ser seu último filme da franquia, então está tomando bastante cuidado para pode entregar tudo muito bem planejado.

Além de Mulher-Maravilha, a diretora foi responsável pela realização de Monster (2003), filme que foi bem recebido pela crítica sobre a serial killer Aileen Wuornos e responsável pelo Oscar de Melhor Atriz para a Charlize Theron.

Postar um comentário

0 Comentários