5 filmes de ação protagonizados por mulheres. - Revista Jovem Geek

NerdNews

Revista Jovem Geek

Venha para o lado nerd da referência.

sábado, 9 de março de 2019

5 filmes de ação protagonizados por mulheres.




Nesse mês da mulher, queremos exaltar o protagonismo feminino no mundo geek, por isso vamos falar de cinco filmes de ação com protagonistas mulheres. 

Os filmes de Star Wars sempre trouxeram fortes personagens femininas, mas nunca como a Rey, protagonista de O despertar da Força. O filme se passa após a queda do Império, com o surgimento de uma nova força sombria: a Primeira Ordem. Eles procuram por Luke Skywalker enquanto a resistência tenta encontrá-lo primeiro, para que ele possa salvar a galáxia (mais uma vez). Rey acaba caindo de paraquedas no meio dessa história ao encontrar o droide BB-8, que contém o mapa que leva até o último Jedi. Ela é uma protagonista forte e guerreira que, apesar de ter sofrido muito durante sua vida, ainda consegue ser uma garota leve e feliz, vivendo sozinha, mas sem nunca desistir do que acredita.


Contudo, Rey não é a única protagonista feminina de Star Wars. Jyn Erson, de Rogue One, também é uma personagem incrível. O Spin-off, que se passa antes do episódio IV, conta a história de um grupo de rebeldes que tem a missão de roubar os planos de destruição da Estrela da Morte para trazer uma nova esperança à galáxia. Jyn é filha do engenheiro que construiu a grande arma, por isso ela é convocada pelos rebeldes para participar dessa missão. Ela é uma protagonista mais comedida, acostumada com a solidão, o que não quer dizer que ela não seja sentimental e determinada, Jyn é uma guerreira nata.


Saindo de Star Wars vamos para Atômica. O filme, inspirado na graphic novel The Coldest City, de Antony Johnston e Sam Hart, conta a história de Lorraine Broughton, uma espiã do MI6, que é enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um colega de trabalho e recuperar uma lista perdida que contém o nome de todos os agentes infiltrados na região. Lorraine, como a boa espiã que é, não confia em ninguém, é fria e calculista, pronta para fazer o que for necessário. O ponto alto desse filme são as cenas de ação, que além de muito bem coreografadas, são realistas.


Mulher Maravilha é o primeiro filme solo de uma super-heroína, depois de Elektra (2004). O longa conta a história de Diana Prince, a princesa das amazonas, que conhece o piloto Steve Trevor, depois desse sofrer um acidente e cair em sua ilha. Depois de conhecer Steve, Diana descobre que uma guerra sem precedentes se espalha pelo mundo e ela decide tentar acabar com o conflito. Essa heroína é forte, determinada, sonhadora e gentil, uma mulher que não desiste de seus ideais e luta para que o mundo seja um lugar melhor.


Apesar de recente, esse filme não poderia faltar nessa lista. Capitã Marvel é um filme de origem, não só da Capitã, mas também de Nick Fury e Phil Coulson. Carol Denvers é simples e determinada, tentando descobrir quem realmente é, uma guerreira que veio para pôr um fim na guerra. Um filme como esse, contando a origem de uma super-heroína, é fundamental nos dias de hoje, representatividade pode mudar a vida das pessoas.


Faço uma menção honrosa para o filme Estrelas além do tempo, que fala sobre um grupo de cientistas da NASA, formado exclusivamente por mulheres afro-americanas, que foram essenciais para que o EUA ganhasse a corrida espacial. Apesar de não ser um filme de ação, ele merece ser reconhecido por sua história e suas protagonistas, que lutam para conseguirem o reconhecimento que merecem.










Nenhum comentário:

Postar um comentário