Vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de 2020


Neste domingo (11/10/2020), a TV Cultura começou a exibição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, e citamos aqui os vencedores. Confiram a lista dos grandes premiados!

Melhor atriz coadjuvante: Fernanda Montenegro como Euridíce, em A Vida Invisível.

Melhor ator coadjuvante: Chico Dias como Veí Gois, em Cine Holliúdy – A Chibata Sideral

Melhor série ficção em TV Paga / OTT: Sintonia  – Sua primeira temporada está na Netflix. Direção Geral: Kondzilla, Guilherme Quintella e Felipe Braga. Diretores: Kondzilla e Johnny Araújo. Produtora Brasileira Independente: Los Bragas.

Melhor série ficção em TV aberta: Cine Holliúdy – 1ª temporada na Globo. Direção Geral: Patricia Pedrosa. Diretores: Halder Gomes e Renata Porto D'ave. Produtora Brasileira Independente: Glaz Entretenimento.

Melhor série de animação em TV Paga / OTT: Turma da Mônica Jovem  – 1ª temporada na Cartoon Network. Direção Geral: Mauricio de Sousa e Roger Keesse. Diretor: Marcelo de Moura. Produtora Brasileira Independente: Mauricio de Sousa Produções.

Melhor longa metragem infantil: Turma da Mônica - Laços, de Daniel Rezende. Produção: Bianca Villar, Fernando Fraiha, Karen Castanho por Biônica Filmes, Charles Miranda, Cassio Pardini por Quintal Digital, Cao Quintas por Latina Estudio, Marcio Fraccaroli por Paris Entretenimento e Daniel Rezende

Melhor série documentário na TV Paga / OTT: Quebrando o Tabu - 2ª Temporada na GNT. Direção Geral: Guilherme Melles e Katia Lund. Diretor: Pio Figueiroa. Produtora Brasileira Independente: Spray Filmes.

Melhor direção de arte: Rodrigo Martirena por A Vida Invisíve.l

Melhores efeitos visuais: Mikael Tanguy e Thierry Delobel por Bacurau.

Melhor figurino: Marina Franco por A Vida Invisível.

Melhor maquiagem: Simone Batata por Hebe – a Estrela do Brasil.

Melhor direção de fotografia: Hélène Louvart por A Vida Invisível.

Melhor Curta-Metragem Animação: Ressurreição de Otto Guerra.

Melhor Curta-Metragem Documentário: Viva Alfredinho! de Roberto Berliner.

Melhor Curta-Metragem Ficção: Sem Asas de Renata Martins.

Melhor Roteiro Adaptado: Murilo Hauser, Karim Ainouz e Inés Bortagaray – baseado no livro "A Vida Invisível de Eurídice Gusmão", de Martha Batalha – por A Vida Invisível.

Melhor Roteiro Original: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles por Bacurau.

Melhor montagem documentário: Karen Harley por Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar.

Melhor montagem ficção: Eduardo Serrano por Bacurau.

Melhor som: Marcel Costa, Alessandro Laroca, Eduardo Virmond, Armando Torres Jr., ABC e Renan Deodato por Simonal.

Melhor trila sonora: Wilson Simoninha e Max De Castro por Simonal.

Melhor primeira direção de longa-metragem: Leonardo Domingues por Simonal.

Melhor longa-metragem animação: Tito e os pássaros de Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto. Produção: Gustavo Steinberg por Bits Filmes.

Melhor Longa-metragem Ibero-Americano: A odisséia dos tontos | La Odisea de los Giles (Argentina e Espanha) / Ficção / Direção: Sebastián Borensztein. Distribuidor Brasileiro: Warner Bros Pictures.

Melhor Longa-metragem internacional: Parasita| Parasite (Coreia do Sul) / Ficção / Direção: Bong-Joon-ho. Distribuidor Brasileiro: Pandora Filmes

Melhor por voto popular: Eu Sou Mais Eu

Melhor Longa-metragem documentário:  Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar de Marcelo Gomes. Produção: João Vieira Jr. e Nara Aragão por Carnaval Filmes e Marcelo Gomes e Ernesto Soto por Misti Filmes.

Melhor Atriz: Andreia Beltrão como Hebe Camargo por Hebe – A Estrela do Brasil

Melhor Longa-Metragem Comédia: Cine Holliúdi –  Chibata Sinderal de Halder Gomes. Produção: Mayra Lucas por Glaz Entretenimento e Halder Gomes ATC Entretenimento

Melhor Ator: Silveiro Pereira como Lunga em Bacurau

Melhor Ator: Fabrício Boliveira como Simonal em Simonal

Melhor direção: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles por Bacurau

Melhor longa-metragem Ficção: Bacural de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Produção: Emilie Natacha Lesclaux por Cinemascópio Produções Cinematográficas e Artísticas


O que acharam das premiações? Comentem aqui ou em nosso Twitter, e parabéns aos vencedores.

Postar um comentário

0 Comentários