Mês da Música: Dia do Rock!


Hoje é dia de Rock, Baby! E nós não poderíamos deixar de fazer uma matéria especial para este dia. Preparamos com todo carinho e cultura essa homenagem ao gênero musical que não cai de moda! Então continue ligadinho(a) aqui.

A Origem do Rock:


Bill Haley
O rock and roll é bastante conhecido por suas letras críticas (religiosas, políticas, sociais...) Mas, como surgiu tudo isso? Muitos sabem que Elvis foi o começo de tudo, entretanto, não foi só ele! O rock é uma mistura do Pop e do Rockabilly, com a presença do country e Rhythm & blues. No norte da América nasceram alguns dos percursores, como Jerry Lee Lewis, Johnny Cash, Bill Haley e Chuck Berry.
O estilo musical tornou-se mais popular por meio das apresentações de Elvis Presley, sendo considerado por muitos, o "Rei do Rock".


O gênero musical teve origem nos Estados Unidos e na Inglaterra a partir dos anos de 1950 e ficou popular no mundo inteiro.
É muito comum vermos bandas com quatro ou cinco integrantes: vocalista, baixista, baterista e um ou dois guitarristas.
Entretanto, há bandas com maior número, ou seja, músicos que tocam diferentes tipos de instrumentos como piano, teclado, etc.

O rock britânico:

O rock britânico (british rock) nasceu sob influência do rock and roll vindo dos Estados Unidos, o movimento Trad Jazz levou inúmeros artistas do blues a visitar o Reino Unido. O sucesso "Rock Island Line", de Lonnie Donegan, em 1955, foi a principal influência e ajudou a desenvolver uma nova tendência de grupos musicais de skiffle em todo a Grã-Bretanha, incluindo o Quarry Men, de John Lennon.
Em meados de 1962, os Rolling Stones foram um dos numerosos grupos surgidos e que mostravam uma influência blues cada vez maior, juntamente com os Animals e os Yardbirds. No fim de 1964, as bandas The Kinks, The Who, Pink Floyd, Led Zeppelin e The Pretty Things representavam o novo estilo Mod. Perto do final da década, grupos de rock britânico começaram a explorar estilos musicais psicodélicos que faziam referência a subcultura das drogas e experiências alucinógenas.

Bandas populares:



Vale mencionar algumas bandas (impossível colocar todas) que ganharam destaque nesse gênero: AC/DC (1973), Guns N’ Roses (1985), Nirvana (1987), The Rolling Stones (1962), Iron Maiden (1975), Queen (1970), Ramones (1974), Aerosmith (1970), Kiss (1973), Bon Jovi (1983), The Doors (1965), etc.

Axl Rose, vocalista da banda Guns N' Roses
Rock Nacional:



No final da década de 50, o rock teve início no Brasil. A pioneira do rock nacional foi Nora Ney com a canção “Rock Around the Clock”, de Bill Haley e His Comets, em outubro de 1955.
Todavia, Tim Maia, Erasmo Carlos, Roberto Carlos e Jorge Ben foram influenciados pelo Rock and Roll e Rockabilly. Com o auge da Jovem Guarda, sucessos como “Splish Splash”, “Biquíni de bolinha amarelinha”, “É proibido fumar” e “Calhambeque” ficaram conhecidos, influenciando outros artistas.

Em 1970, nomes populares como Raul Seixas, Rita Lee e Ney Matogrosso já abusavam do gênero em suas obras, mas só uma década depois surgiria o primeiro selo independente para bandas de Punk Rock.

Bandas como Legião Urbana, Titãs, Paralamas do Sucesso, Engenheiros do Hawaii e Barão Vermelho ficaram populares, marcando a geração e gerando um grande público voltado para o Rock Nacional.




Com o passar dos anos, o gênero foi modificando-se, dando início ao Pop Rock, com artistas como Tianastacia, Pato Fu, Joga Quest, Nação Zumbi, Charlie Brown Jr. e Chico Science na representação.
Surge em São Paulo a rádio Kiss FM, a primeira rádio rock do estado.

Atualmente:

Na última década o cenário alternativo viralizou e grupos com variadas vertentes têm entretido o público e desses demos destaque ao Indie, que tem gerado grandes artistas e uma vasta admiração.

O Terno

Rubel
O Indie tem como origem o Rock alternativo, Indie Pop, Pós-Punk e o College Rock.
Também chamado de Rock independente, tem como referência nacional O Terno, Pato Fu, A Banda Mais Bonita da Cidade, Supercombo, Far From Alaska, Inky, Garotas Suecas, CSS, Apanhador Só e Vivendo do Ócio.

Rodrigo Alarcon

Lana
E aí, gostaram? Esperamos que sim!!

Postar um comentário

0 Comentários