E Se... O Anakin não tivesse se juntado ao lado negro?


Longos dias e belas noites, Geek's

Você já ouviu falar no universo "What if...?" da Marvel? Trata-se de teorias malucas de como seria o universo da Marvel se seus principais eventos tivessem ocorrido de forma diferente, por exemplo, o que ocorreria se a agente Carter tivesse tomado o soro do Supersoldado e se transformado na Capitã América?

Inspirados nessa ideia, decidimos também criar o nosso próprio "What if...?", mas traduzido para o português "E Se...?" e nele, vamos abranger todo o universo geek, não restringindo apenas ao universo Marvel. Sabe qual o mais legal? Você poderá fazer parte, opinando sobre quais teorias gostaria de abranger e quais as possibilidades dentro dessas teorias. Basicamente, vamos criar Fanfic's juntos.

Hoje, iniciaremos a matéria falando sobre algo que sempre paira no ar desde o encerramento da segunda trilogia de Star Wars: E se o Anakin não tivesse se juntado ao Palpatine e ido para o lado negro da força? Tal premissa serve de base para toda a realidade presente em Star Wars: Uma Nova Esperança, o que faz com que tal fato se mostre fundamental, mas como seria o universo de Star Wars se não tivesse ocorrido?

Uma galáxia perfeita


O fato de Anakin ter cedido ao seu medo e se juntado a Palpatine foi exatamente o ponto de ignição para que seu maior temor se concretizasse: a morte de Padmé durante o parto de Luke e Leia. A maior probabilidade é que ao não se juntar ao lorde Sith, o parto ocorreria bem e os Jedi's permaneceriam a proteger a república que manteria-se intacta. Luke cresceria no caminho dos Jedi desde cedo, Leia também se mostraria propensa a força, mas muito provável que seguiria os passos políticos de sua mãe. Han Solo permaneceria sendo contrabandista com Chewie, até que em algum momento Jabba o prenderia e o daria de comida para algum de seus "animais de estimação", uma vez que o processo de transformação em carbonita era algo da cidade das nuvens. Por não conhecer Leia, Kylo Ren nunca viria a existir e tudo ficaria bem, ou não...

Medo e impulsão

Yoda sempre pressentiu que Anakin era alguém com medos muitos fortes e, nas palavras do próprio mestre, "Medo leva a raiva, raiva leva ao ódio e o ódio leva ao sofrimento". Já tivemos uma demonstração de como seus sentimentos negativos o dominaram ao resgatar sua mãe do povo da areia e matar propositalmente a vila toda. Por mais que admirasse Obi Wan, ele sempre sentiu inveja do posto atingido por seu mestre e acreditava que Obi Wan o reduzia por medo de seu potencial. Ainda que não fosse para o lado negro, Anakin iria em algum momento se distanciar do companheiro, que iria crescer em seu posto no conselho Jedi, substituindo Yoda em algum momento. Tal divisão, por mais que ocorresse de forma pacífica, deixaria uma profunda marca, podendo recair para os sentimentos de Luke. Luke sempre foi impulsivo, abandonando seu treinamento com Yoda para salvar os amigos. Por mais que tenha sido tentado pelo lado negro, ele teve a capacidade de não ceder por entender que o destino da galáxia dependia dele e odiar o império pela morte dos tios, mas como seriam os fatos sem tais eventos?

Como podemos perceber em A Ascensão Skywalker, Darth Sidious não é de morrer de forma tão fácil. Ainda que Mace Windu o derrotasse, o lorde sith sobreviveria e cresceria seus olhos no jovem Luke, encontrando alguma maneira de se aproximar e influencia-lo desde cedo para o lado negro. Pela impulsividade, seria possível que o jovem entraria para o outro lado negro, similar ao que houve com Kylo Ren, sendo assim o segundo sith. A partir disso, toda a república poderia estar ameaçada novamente. Ainda que sem poder bélico, o poder de Luke somado ao conhecimento de Palpatine poderia resultar em algum novo plano para destruir de dentro para fora a democracia e poder da força. A força não deixaria de chamar um novo representante para instaurar seu "equilíbrio". Seria esse representa a própria Rey?



Incerto o futuro é

Como Yoda fala: "Difícil de ver. Sempre em movimento o futuro está". Palpatine é um dos personagens mais inteligentes e manipuladores de toda a saga. Ele arquitetou de maneira magistral o plano para derrubar a república e instaurar o império. Desvirtuou poderes Jedi's e controlou uma galáxia inteira a punho de ferro. Ao perceber que Anakin não seria iludido a juntar-se ao lado negro, rapidamente o chanceler procuraria outra forma de proceder com seus planos. Nesse ponto, Snoke já poderia ser uma opção a vista. Ainda que não tivesse familiaridade com a força, Jar Jar Binks possuia uma forte influência política e poderia ser facilmente convencido, até mesmo pelo uso da força do lado negro, a direcionar decisões políticas que favorecessem a Palpatine. Anakin continuaria sendo o herói da saga, mas como demonstrado em toda trilogia intermediária, ele sempre teve menos aptidões com o uso do sabre de luz em comparação aos outros Jedi's e Sith's. Se entrasse num embate contra o Chanceler, com certeza acabaria morrendo. O que faria com que a sua sede por "vingar" o pai de Luke fomentada em Uma Nova Esperança se tornasse ainda mais forte e real, sendo Padmé, ao lado de Obi-Wan e Yoda, responsável pela sua educação e direcionamento no caminho da força.

Ao não ceder para o lado negro, os Jedi's não entrariam em extinção, ainda que a república estivesse em ameaça desde o princípio. Perseguidos, os Jedi's se dividiriam pela galáxia e, através da força, manteriam um contato constante, sendo eles próprios os responsáveis pelo criação da aliança rebelde. Ao lado dos Jedi's, os rebeldes teriam um poder muito maior. A estrela da morte seria eliminada antes mesmo de sua conclusão, o que faria com que o imperador galáctico ocorresse a outros meios como extorsão e chantagem para favorecer seus interesses políticos. Tal ato, faria com que os rebeldes precisassem ramificar suas linhas ações em diferentes planetas, fragmentando a história em diversos pontos distintos. Yoda e Obi-wan estariam a frente liderando tais frontes e, numa questão de tempo, o império cairia novamente e teríamos a lembrança de Anakin como um herói do começo ao fim.



Conclusão

"Tudo ocorre da forma que deve ocorrer, no momento em que deve ocorrer, com quem deve ocorrer" já dizia um antigo provérbio indiano. A história foi criada de forma a amarrar perfeitamente os eventos da primeira trilogia, sendo ela, na minha humilde opinião, a melhor das três. O fato de Anakin se juntar ao lado negro é o propulsor para o caminho de sua redenção que é uma das melhores de toda história do cinema. As possibilidades são infinitas e esses são apenas alguns dos caminhos que poderiam ser trilhados se Anakin não tivesse se tornado Darth Vader.

E você? O que acredita que poderia ter ocorrido? Queremos saber sua opinião nos comentários.

Não deixe de acompanhar nosso Instagram para nos ajudar sobre qual novas possibilidades abordaremos na próxima matéria.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. É necessário que as pessoas entendam os comentaristas...eles são conhecedores daquilo que se prestam a fazer...e quando digo comentaristas , são esses que, através de uma resenha pontilha na positividade as obras de poetas e escritores...parabéns...

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)