História do Cinema: O começo. - Revista Jovem Geek

GeekNews

Revista Jovem Geek

O lado NERD da força.

sábado, 2 de novembro de 2019

História do Cinema: O começo.

Essa é a primeira de uma série de matérias que irão contar um pouco da origem e da evolução do Cinema, falando de seus estilos que surgiram com o decorrer do tempo e exemplificando-os com alguns filmes específicos.

É importante começar dizendo que não houve um único criador do Cinema. Ele foi se desenvolvendo com o passar dos anos, com várias invenções de diversas pessoas diferentes. Como Eadweard J. Muybridge, que em 1872 pensou, “se eu colocar várias câmeras uma ao lado da outra e acioná-las quase ao mesmo tempo, posso captar o movimento de algo?” Testando sua teoria, Eadweard usou 24 câmeras para registrar a passada de um cavalo.

Pouco tempo depois, Thomas Edison inventou o cinetoscópio, que tirava várias fotos seguidas sem precisar de várias câmeras. Contudo essa máquina dava muitos problemas, os filmes enroscavam e tudo tinha que recomeçar. Mais ou menos na mesma época, os Irmãos Lumière, utilizando da tecnologia das máquinas de costura, criaram o cinematógrafo.

Os Lumière também foram os responsáveis pela primeira exibição pública de “cinema”, que está entre aspas, pois as primeiras gravações não continham história nem roteiro nenhum, eram apenas cenas do cotidiano, como trabalhadores saindo da fábrica ou um trem chegando a estação.

Nessa primeira exibição, na platéia, assistindo tudo completamente admirado com a nova arte, havia um ilusionista que de tão admirado, quis a invenção para si. Construindo seu próprio cinematógrafo, George Méliés fez seu próprio estúdio para gravar suas histórias. Ele foi o responsável pelos primeiros efeitos especiais, roteiros e gêneros fílmicos. Sua grande imaginação gerou filmes de fantasia, com efeitos inovadores para a época e com histórias incríveis. 

Antes dele porém, veio alguém ainda mais esquecido pela história, e ainda mais importante para o cinema: Alice Guy-Blanché, considerada a primeira diretora de cinema. Foi ela que em 1896 fez o primeiro filme roteirizado, A Fada dos Repolhos. Sua importância foi apagada e só recentemente ela foi lembrada pelos estudantes de Cinema.

Foi a partir daí que o Cinema começou a deslanchar, e de pouco em pouco ele foi se tornando o que ele é hoje. Até aqui, contamos a história do Cinema no século XIX, na próxima iremos para o século XX e assim por diante, enquanto desvendamos a história por trás dessa arte tão maravilhosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário