Crítica: Homem Aranha: Longe de casa (sem spoilers) - Revista Jovem Geek

GeekNews

Revista Jovem Geek

O lado NERD da força.

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Crítica: Homem Aranha: Longe de casa (sem spoilers)




Tudo o que Peter Parker queria, depois dos eventos de Vingadores: Ultimato, era tirar umas férias ao lado dos amigos, em uma viagem pela Europa. Contudo, super-heróis nunca tiram férias, e logo sua viagem é interrompida por Nick Fury que pede ajuda em uma questão muito importante, e como dizer não à Nick Fury? 

O longa Homem Aranha: Longe de casa, carregava a responsabilidade de seguir em frente após os eventos de Vingadores: Ultimato, mostrando as sequelas que o último filme deixou, e ele faz isso muito bem. Em apenas dez minutos de filme, isso é elucidado de forma simples, clara e até mesmo divertida. 

O enredo convence e surpreende o espectador, mostrando uma história coesa e uma trama bem desenvolvida, ainda ligada aos acontecimentos da obra anterior, o que não tira a essência do filme, só a complementa. Além disso, o conflito apresentado é muito bem desenvolvido e faz jus aos melhores filmes da Marvel. 

O jovem Peter Parker (Tom Holland) está em um conflito interno após a morte de seu mentor, querendo apenas descansar e passar um tempo com os amigos. É possível ver a personalidade do herói se moldando em cima daqueles que ele mais admirava. Muitas vezes ele tenta agir como eles, o que pode parecer falta de personalidade do personagem, mas que é na verdade a construção do mesmo, afinal ele ainda é um adolescente, ele ainda está crescendo e aprendendo coisas, acredito que nos próximos filmes já veremos a personalidade do herói consolidada. 

Mystério é um ótimo personagem, Jake Gyllenhaal consegue transmitir muito bem seus conflitos e suas motivações, sua atuação é impecável e a parceria com Tom Holland ficou realmente boa. É claro que o próprio Tom também estava perfeito em seu papel, deixando claro todos os problemas de seu personagem. Nem preciso falar que Zendaya e os outros coadjuvantes estavam igualmente incríveis, não é? 

Mas o filme só tem coisa boa? Bom, ele quebra algumas expectativas dos fãs, e só. Isso mesmo, tirando isso o longa é incrível, divertido, interessante e deixa os espectadores completamente ligados na tela, querendo ver mais. Com sua pegada adolescente e divertida, ele transmite perfeitamente a natureza do herói amigo da vizinhança. Se não assistiu ao filme ainda, deveria assistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário