Os Tabus de Absorvendo o Tabu - Revista Jovem Geek

NerdNews

Revista Jovem Geek

Venha para o lado nerd da referência.

sábado, 16 de março de 2019

Os Tabus de Absorvendo o Tabu



O documentário Absorvendo o Tabu ganhou o Oscar de melhor documentário de curta-metragem, um prêmio muito merecido, devido ao tema abordado e como esse tema foi mostrado.

Na Índia, um país majoritariamente patriarcal, a menstruação é um tabu. A maioria das pessoas ou não sabem o que é ou não querem falar sobre, algumas pessoas até acham que é uma doença e outras acham que é algo impuro. A maior parte das pessoas não sabem que a menstruação é apenas algo natural da mulher, eles não foram ensinados sobre isso.

As mulheres têm vergonha e receio de falarem sobre isso, como se fosse algo errado ou vergonhoso, muitas não usam absorventes por causa disso, outras por ser muito caro, e ainda há aquelas que nem sabem o que é um absorvente. Isso é muito sério, não se trata apenas de conhecer seu próprio corpo, mas também de cuidá-lo.

O documentário mostra um grupo de mulheres que resolveram fabricar absorventes de baixo custo para incentivar as mulheres a comprá-los. A partir de uma máquina inventada por um indiano, elas trabalham fabricando os absorventes, apenas mulheres que não querem ter a vida regida pelo patriarcado, algumas delas tem sonhos e elas lutam para realizá-los.

O curta consegue mostrar toda a pressão que as mulheres indianas passam quando estão menstruadas, todo o julgamento ao qual elas são submetidas por algo que na verdade é totalmente natural. A luta das mulheres que fabricam os absorventes é fazer com que a menstruação deixe de ser um tabu, para que as mulheres possam se sentir bem consigo mesmas, para que elas possam ser livres.

O documentário é emocionante, a luta das mulheres indianas é inspiradora, a força delas e de seus sonhos é algo lindo de se ver, no decorrer do curta você consegue ver claramente algumas dessas mulheres se libertando desse tabu, e isso é realmente incrível de ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário