Crítica: Dorama Snowdrop


Foto: Divulgação/Star Plus

Já está disponível na Star+ do Brasil os primeiros episódios de Snowdrop, o polêmico dorama protagonizado pela cantora Kim Ji-soo, vocalista do grupo sul-coreano Black Pink. Apesar da série já ter sido transmitida integralmente na Coreia do Sul, o drama será oficialmente transmitido semanalmente na plataforma de streaming no Brasil.

Este é o primeiro trabalho como atriz da vocalista Ji-soo, protagonizado ao lado do ator Jung Hae-in, seu par romântico da série e rosto já conhecido por muitos dorameiros em produções da Netflix, como Uma noite de primavera e Sintonizada em você. A trama tão esperada pelos fãs já chegou com muitas polêmicas, com acusações de distorção histórica e até mesmo petições de coreanos para que a produção da série fosse cancelada. Contudo, mesmo com as tentativas de acabar com o dorama, a série foi ao ar e bateu recordes de audiência.

Foto: Reprodução

A sinopse de Snowdrop

Pra entender o motivo dos burburinhos em cima de um dorama romântico é preciso saber mais sobre seu pano de fundo. A história de Snowdrop se passa em 1987, retratando os acontecimentos políticos vividos na Coréia do Sul, logo após as manifestações do Movimento Democrático pelo fim da ditadura no país. É também conhecido popularmente como o Massacre Pró-democrático de Gwangju, durante maio de 1980.

O enredo destacado como totalmente fictício, vive em torno do relacionamento da jovem estudante Eun Young-ho, com o rapaz norte-coreano Im Soo-ho, durante a corrida das eleições presidenciais da Coréia do Sul.

Eun Young-ho é filha do diretor da ANS (Agência Nacional de Segurança) e vive no dormitório de uma universidade para meninas. Um dia, Soo-ho aparece ferido no quarto de Young-ho e a mocinha decide esconde-lo da policia e ajuda-lo. Pensando se tratar de mais um dos manifestantes dos protestos, os dois se aproximam cada vez mais, sem que ela saiba que ele é um espião comunista norte-coreano, que está cumprindo uma missão no país.

O drama se desenrola quando Soo-ho deseja rever a sua salvadora, e ele junto de seus camaradas são emboscados pelo agente da ANSP, Lee Kang, causando um grande tumulto no dormitório. Para conseguir sobreviver, os espiões usam as alunas como escudo, fazendo Young-ho e suas amigas como reféns dentro da escola.

O sequestro toma repercussão nacional com diversas reviravoltas, várias cenas de ação e momentos de muita tensão. No meio disso tudo, ninguém imagina que na verdade, existe um grande esquema de corrupção entre o Governo da Coreia do Norte e a ANS sul-coreana, com essa tramando pra ganhar as eleições da presidência.

Vivendo o dilema entre cumprir sua missão e tentar se salvar, Soo-ho se envolve cada vez mais com Young-ho, o fazendo questionar seus objetivos por amor a sua salvadora, destacando aqui a trama romântica do dorama.

Cena do dorama com o casal principal
Foto: Reprodução

Opiniões sobre Snowdrop

Mesmo com iniciais controversas e cheio de dramas (vish, coloca tragédia nesse dorama), a série também tem seus alívios cômicos, com uma belíssima trilha sonora, e personagens bem imprevisíveis que fazem a gente arrancar os cabelos e ao mesmo tempo torcer de horrores por eles, como as alunas e as amigas do quarto 207, o casal de agentes Lee e Han-na ou a diretora Pi.

Mas o casal principal carrega o k-drama nas costas, com uma química de fazer a gente se apaixonar. Mesmo tendo desconfiança nas atitudes do protagonista ao inicio do drama, aos poucos ficamos fisgados pelo mocinho. E é impossível não querer segurar a Soo-ho no colo (como essa menina sofre, viu). Os atores fazem um trabalho incrível aqui, e eu fiquei torcendo pra ver os dois em outros doramas mais uma vez. Alias, você pode conferir também o lindo ator Jung Hae-in, interpretando mais uma vez um soldado na nova série da Netflix sobre desertores,  D.P. Dog Days.

Snowdrop é viciante e apesar de possuir longos 16 episódios, me deixaram tão presa, que nem vi passar. Porém, já aviso de antemão que série vai te fazer sentir muito ódio, raiva e arrancar muitas lágrimas. 

Se formos parar pra pensar, não teria como ser diferente. Tendo uma trama tão delicada, diversas críticas sutis, e outras não tão sutis, à ditatura norte-coreana e a corrupção das autoridades sul-coreanas da época, já era de se esperar um clima pesado.

Mas mesmo em meio a esse caos, eles conseguem nos fazer torcer por uma história de amor, que é ao mesmo tempo inocente e dura, devido as dificuldades da realidade, e isso me deixou encantada. Se você também é daqueles que não se importa com isso, esteja disposto a conferir, chorar e se emocionar com esse sensível dorama.


Postar um comentário

1 Comentários

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)

https://api.clevernt.com/0837e6a6-db3b-11eb-a592-cabfa2a5a2de/