Ameaça? Brecha de segurança no Windows permite que hackers controlem PC's

Imagem: Pexels

Nesta última semana a equipe de segurança do Project Zero, encabeçado pela Google, demonstrou que uma nova falha de segurança crítica foi encontrada em todas as versões ativadas do Windows. A vulnerabilidade está relacionada a um problema de criptografia no kernel do sistema operacional, o qual permite que terceiros invadam os computadores e os controlem.

Segundo a Microsoft, o alerta deve ser observado com cautela, pois as ameaças são limitadas e não há evidências de que a falha tenha sido explorada. A empresa complementou ainda que a brecha, chamada de CVE-2020-17087, depende de outra falha para representar perigo, a CVE-2020-15999, e que já está corrigida em patches anteriores, portanto usuários que mantêm o software atualizado não possuem riscos.

Espera-se que a próxima atualização, agendada para 10 de novembro, traga a solução ou explore o caminho da resolução. Pois por mais que o risco imediato deva ser tratado com urgência, trata-se de uma falha controlada onde é preciso levar em conta as ressalvas indicadas pela própria Microsoft, onde se tudo estiver em sua última versão, não é preciso entrar em pânico.

Postar um comentário

0 Comentários