Inteligência Artificial: Controlador de Dados Numéricos



Olá caros leitores aficionados por Inteligência Artificial! Em nosso post anterior, contextualizamos um pouco mais sobre as divisões da Inteligência Científica, que você pode conferir clicando no link abaixo:
Para dar início a nossa discussão, o nosso 1º tipo de inteligência artificial será o Controlador de Dados Numéricos. Conforme nossa explicação anterior, a IA pode ser dividida entre aquelas que são de tecnologia de automação de tarefas, isto é, são criadas e programadas para exercer uma certa função e as de consciência de contexto, que ainda não existem e são mera especulação para o futuro.

Como Controlador de Dados Numéricos, estamos nos referindo a uma Inteligência Artificial que é capaz de analisar números, e assume apenas a forma digital. Essa IA faz análises estatísticas, otimização de preços, entre outras funções. Trouxemos dois exemplos para ilustrar que já estão sendo utilizados:

Scott Emberley/Kanetix



A Scott Emberley, em parceria com a Kanetix, criaram a integra.ai, uma Inteligência Artificial capaz de identificar clientes. Essa IA consegue identificar quem são os clientes com maior probabilidade de compra, qual tem pouca probabilidade de compra e quem são os clientes intermediários. Através das análises da IA, foi possível segmentar melhor os consumidores e enviar campanhas personalizadas para cada público, o que fez com que a empresa aumentasse o faturamento. Será que veremos algo assim no Brasil em breve?


IBM

A IBM Interact, ou simplesmente IBM iX tem como objetivo analisar melhor os negócios para otimizar performances de marketing. Com auxílio da Inteligência Artificial, os dados dos clientes são analisados e a partir disso, o próprio sistema identifica quais são as melhores ofertas para cada consumidor, ou seja, uma análise profunda em pouco tempo e personalizada. Uma das empresas que já utilizam essa IA é o Bank of Montreal (BMO).

Com esses dois exemplos, queremos mostrar a vocês que a IA, em seu formato digital e com capacidade para análise de números, consegue remodelar negócios e surgem alguns questionamentos.
Como será que os profissionais de marketing, publicidade e propaganda e até mesmo os cientistas de dados entrariam nessa? Deixe nos comentários sua teoria, vamos discutir!

Postar um comentário

0 Comentários