Filmografia de Aniversário - Jennifer Lawrence


"Os tapetes vermelhos, as roupas de graça e os ótimos hotéis são legais, mas são parte do trabalho e não de quem eu sou. Eu amo atuar e esse é o porquê de estar nesse ramo", disse Jennifer Lawrence, em tradução livre, via Style. É com essa atitude e força para se manter autêntica e verdadeira sobre quem ela é e sobre aquilo que ela ama fazer que a atriz leonina chega a marca dos seus 30 anos hoje, dia 15 de agosto de 2020.

Jennifer começou a atuar muito nova. A única filha da família Lawrence durante cerca de 50 anos tinha um peso a carregar desde seu nascimento, mas encontrou suporte em seus pais para seguir seu sonho em atuação. Foi descoberta aos 14 anos, e depois disso se mudou para Los Angeles para fazer seus primeiros papéis em séries para a TV. A atriz já revelou em entrevistas que teve muitos problemas na escola, principalmente ligados à ansiedade e que participar das peças e musicais era uma forma de ajudar a lidar com esse problema.

Seu papel de maior força foi definitivamente como Katniss Everdeen que fez com que Lawrence ganhasse um reconhecimento internacional e elevasse sua personagem a uma das heroínas mais poderosas da história . Contudo, ela não deixou com que fosse reconhecida por apenas por isso, quase que sincronizadamente, Jennifer fez seu papel como Mística na franquia de X-Men e interpretou vários tipos de papéis em alguns filmes do diretor David O. Russell. Ela estava por todos os lugares e rapidamente se tornou uma queridinha tanto de Hollywood quanto do público.

Além de sua frequente presença nas telonas, Lawrence se destacou por suas entrevistas em que mostra o seu senso de humor e sua espontaneidade, sem temer em dizer a coisa errada. Há também suas gafes durante as cerimônias de premiação que também não passam despercebidas.

Uma verdadeira força da natureza que combina habilidades de atuação com o carisma natural, Jennifer Lawrence merece todas as dedicatórias possíveis para o seu aniversário. Por essa razão, nós da Jovem Geek separamos alguns filmes para você rever ou conhecer da atriz. Confira abaixo:

The Hunger Games (2012-2015)


Não há como falar de Jennifer Lawrence sem mencionar Katniss Everdeen, a personagem principal na franquia The Hunger Games (Jogos Vorazes). Há uma questão de popularidade envolvida, mas também existe uma entrega de atuação muito forte por parte da atriz que desenvolveu essa jovem revolucionária ao longo dos quatro filmes.

Em uma história sobre o nascimento de uma revolução por causa de um governo autoritário, ela se inicia com a dinâmica de 12 distritos sob a administração da capital que devem escolher um garoto e uma garota, conhecidos como tributos, para competir em um evento anual televisionado. Todos os cidadãos assistem aos temidos jogos, no qual os jovens lutam até a morte, de modo que apenas um saia vitorioso. 

X-Men: First Class (2011)


A franquia X-Men também foi marcante para a Lawrence pelo seu papel como Mística que fez a personagem ganhar muito mais personalidade e protagonismo do que havia tido na franquia passada. Os filmes em si não conseguem manter uma qualidade tão boa em suas continuações, mas First Class é uma boa escolha e destaque para todos.

A história se passa no início dos anos 1960, durante o auge da Guerra Fria, quando um mutante conhecido como Charles Xavier (James McAvoy) conhece um mutante chamado Erik Lehnsherr (Michael Fassbender). Apesar de suas origens muito diferentes - Charles cresceu em uma família rica enquanto Erik perdeu seus pais em Auschwitz -, os dois se tornam grandes amigos, mas entram em conflitos de ideais, contando a origem da dinâmica dos X-Men.

Silver Linings Playbook (2012)


Depois de uma fase difícil de sua vida e tendo que lidar com seus problemas psicológicos, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) está disposto a seguir em frente e reconquistar sua ex-mulher. Através de amigos, ele conhece a viúva com problemas parecido com o dele chamada Tiffany Maxwell (Jennifer Lawrence), que lhe promete ajuda na tarefa da reconquista. Uma inesperada ligação começa a uni-los.

Aqui no Brasil com o título de "O Lado Bom da Vida", o filme foi dirigido por David O. Russell e rendeu para Jennifer Lawrence muitos prêmios durante a temporada de premiações em 2013, inclusive o Oscar de Melhor Atriz.

Winter's Bone (2010)


Um filme considerado por muitos como um "Western sem armas", narra a história sobre uma adolescente, Ree Dolly (Jennifer Lawrence), que sai em busca da verdade sobre o desaparecimento de seu pai e querendo manter a família fora de perigo.

Dirigido por Debra Ganik, "Inverno da Alma" (título em português) traz uma estética muito forte e imersiva, além de ser o papel que fez Lawrence ser reconhecida entre a crítica americana e ser indicada pela primeira vez ao Oscar de Melhor Atriz.

American Hustle (2014)


Irving Rosenfeld (Christian Bale) é um grande trapaceiro que trabalha junto da sócia e amante Sydney Prosser (Amy Adams). Os dois são forçados a colaborar com Richie DiMaso (Bradley Cooper), um agente do FBI que infiltra Rosenfeld no mundo da máfia. Ao mesmo tempo, o trio também se envolve na política do país, através do candidato Carmine Polito (Jeremy Renner). Os planos parecem dar certo, até a esposa de Irving, Rosalyn (Jennifer Lawrence), aparecer e mudar as regras do jogo.

Nesse longa indicado ao Oscar dirigido por David O. Russel, Lawrence tem um tempo de tela limitado em comparação aos outros personagens, mas como falado durante o filme, ela é a vida da festa. Todos os momentos de Rosalyn são memoráveis e fortes em questão de atuação, o que levou a atriz a ser premiada com um Globo de Ouro e um BAFTA durante a temporada de premiações.

Joy (2015)


Joy (Jennifer Lawrence) é uma jovem brilhante, mas sua vida pessoal é extremamente complicada. Divorciada e mãe de dois filhos, ela vive com seus pais e ex-marido, que mora no porão. Sua mãe, que vive no andar de cima e passa o dia todo assistindo a novelas, compartilha o espaço com seu pai, apesar de terem se divorciado há 17 anos. Criativa desde a infância, Joy inventa um esfregão de limpeza milagroso que se transforma em um fenômeno de vendas e faz dela uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

Dessa vez a parceria entre Lawrence e o diretor David O. Russel levam a um longa que depende muito da atuação da atriz como atriz principal sem um papel masculino equivalente. Recebeu boas críticas e acabou sendo indicada novamente ao Oscar de Melhor Atriz por sua performance.

Mother! (2017)


Uma mulher (Jennifer Lawrence) pensa que terá um final de semana tranquilo com o marido (Javier Bardem) em casa. Porém, começam a chegar diversos convidados na residência dos dois. Isso faz com que o casamento deles seja testado das mais variadas maneiras.

O filme conceitual realizado por Darren Aronosfky não teve um bom desempenho entre a crítica especializada, mas certamente conquistou o público. O filme traz uma alegoria da criação em volta da relação entre marido e mulher. Um filme bem aberto que pode ser interessante saber uma coisa ou outra sobra a Bíblia. 

Postar um comentário

0 Comentários