Chadwick Boseman, protagonista de 'Pantera Negra' morre aos 43 anos

 

Ator lutava contra câncer de cólon desde 2016

Chadwick Boseman, conhecido por interpretar o rei T’Challa no filme Pantera Negra, faleceu nesta sexta-feira (28), aos 43 anos em sua casa ao lado de sua mulher e amigos. O ator lutava contra um câncer no cólon, descoberto em 2016. Segundo um comunicado oficial divulgado nas redes sociais de Boseman, ele atuou em Destacamento BloodMa Rainey's Black Bottom Marshall: Igualdade e Justiça entre cirurgias e sessões de quimioterapia.

"É com um imensurável pesar que confirmamos a morte de Chadwick Boseman. Chadwick foi diagnosticado com câncer eestágio III no cólon em 2016 e batalhou pelos últimos 4 anos enquanto a doença progredia para o estágio IV. Um verdadeiro guerreiro, Chadwick perseverou e trabalhou em muitos filmes que você ama. De Marshall: Igualdade e Justiça a Destacamento BloodMa Rainey's Black Bottom e muito mais, todos foram filmados em durante e entre incontáveis cirurgias e sessões de quimioterapia. Foi a maior honra de sua carreira trazer o Rei T'Challa à vida em Pantera Negra. Ele morreu em sua casa, com sua esposa e sua família ao seu lado. A família agradece você por seu amor e suas preces e pede que continuem respeitando sua privacidade durante esse momento difícil"

Natural da Carolina do Sul, o ator sempre se interessou por teatro e escreveu sua primeira peça ainda na época do colégio. Ele se formou na Howard University com um bacharelado em artes e iniciou sua carreira em 2003 na série de TV Parceiros da Vida.


Em 2016 fez sua estreia no universo Marvel em Capitão América: Guerra Civil, quando deu vida a T'Challa pela primeira vez, e logo em 2018, protagonizou o longa sobre o herói Pantera Negra e sua ultima aparição do MCU foi na lendária batalha final contra Thanos em Vingadores: Ultimato, com uma das cenas mais memoráveis dos últimos tempos.

“A família agradece pelo amor e orações e pede para que possam continuar respeitando sua privacidade durante esse período difícil.”

WAKANDA PARA SEMPRE!

Postar um comentário

0 Comentários