Para Jovens Escritores - Revista Jovem Geek

GeekNews

Revista Jovem Geek

O lado NERD da força.

terça-feira, 9 de abril de 2019

Para Jovens Escritores

Ser escritor é fácil, existem apenas três problemas: começar a história, terminar a história e publicar a história.

Imagem relacionada

Sabemos que o mercado brasileiro para nós, novos escritores, é uma noite escura e cheia de terrores, principalmente porque a maioria das editoras grandes nos olham torto, achando que não temos tanto valor quanto um gringo.

Como aspirante a escritora, sei que atrapalha quando precisamos encontrar uma editora que se interesse e queira publicar a sua história - a maioria das empresas sempre tem um público alvo específico, logo, eles não publicam livros que fujam da sua temática. Por isso, nos próximos textos, vou apresentar a vocês algumas editoras nacionais e independentes que dão essa oportunidade!

Para um escritor iniciante, o ideal é começar por coletâneas e antologias, buscando entender um pouco como funciona o mercado, se familiarizando com as editoras, fazendo um pouco de nome nesse meio e também aprimorando-se. A maioria das editoras independentes fazem editais com temas específicos e cada uma possui seus próprios critérios de avaliação: algumas pedem limite de páginas, outras preferem avaliar através da quantidade de caracteres, etc.

Se a editora é independente, ela não fica presa a um único público alvo, podendo ter um catálogo com diversos temas. Outras vantagens incluem uma resposta rápida ao seu e-mail e eles cuidam de toda a parte de produção do livro, cabendo a você apenas a divulgação do projeto.

Em um edital sobre fantasia, tive um dos meus contos prediletos selecionado: Crônicas de Lugar Nenhum, contando a história de Joseph, um jovem mago dono de uma loja que coleta traumas e sentimentos negativos no coração das pessoas e da gata Lunar, sua amiga, guardiã tanto da loja quanto de Joseph. O livro vai ser lançado como coletânea, são no total 44 autores nacionais e tem previsão para ser publicado em Junho. Ainda que meu desejo seja de lançar um livro solo, mas um passo de cada vez.

O projeto está disponível no Catarse, uma plataforma de financiamento coletivo, e quem estiver interessado em apoiar ou apenas dar uma olhada, estará disponível no link até 11 de Abril: catarse.me/mundosfantasticos.

Se você não sabe por onde começar a procurar, nas próximas semanas irei apresentar algumas editoras independentes para vocês. Não importa de que parte do Brasil você está, pode participar de todas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário