Especial Aquecimento Vingadores - Thor | Parte Três - Revista Jovem Geek

GeekNews

Revista Jovem Geek

O lado NERD da força.

terça-feira, 23 de abril de 2019

Especial Aquecimento Vingadores - Thor | Parte Três



Até então, no UCM, a Marvel ia mostrando personagens da terra e suas evoluções tecnológicas, mas em 2011 fomos apresentados à outros mundos, um universo que iria expandir esse universo compartilhado: fomos apresentados ao universo dos Deuses.

Você, Jovem Geek, que acompanha a gente há algum tempo, viu que em uma das edições de nossa revista falamos sobre toda a Mitologia Nórdica, suas riquezas, seus 9 reinos ou mundos, seus deuses e sua cultura. Tudo isso foi contado na nossa sétima edição da revista e se você ainda não é nosso assinante, Clique aqui pra assinar porque vem muitas novidades por aí.

O filme começa contando que, há muito tempo, Odin (Anthony Hopkins), pai de todos, levou seu exército para Midgard, assim era chamado a Terra por eles, para defender os humanos do exército dos Gigantes de Gelo que pretendiam congelar o mundo com um artefato chamado Caixa. Mesmo com esse poderoso artefato, os Gigantes de Gelo perderam a batalha. Odin e Laufey (Colm Feore) travaram uma batalha épica que resultou na perda de seu olho e na derrota do líder do exército dos Gigantes, que então voltaram para seu mundo de origem, Jotunheim. No fim da guerra, houve um tratado de paz entre os dois mundos e a caixa poderosa usada pelos Laufey foi levada para Asgard, terra dos Deuses.

Há um grande salto no tempo e podemos ver toda a grandiosidade e riqueza de Asgard, muito bem representada pela Marvel.
Thor, protagonizado por Chris Hemsworth, está para ser nomeado como o novo Rei de Asgard, a cerimônia é interrompida quando há uma invasão de três Gigantes de Gelo, que tentam roubar a Caixa na sala de artefatos. Odin rapidamente invoca O Destruidor, uma arma viva que é controlada por ele para matar os invasores. O rei de Asgard encara como um episódio isolado, mas é contrariado pelo seu filho, que insiste em dizer que foi uma invasão planejada. Acaba rolando uma grande discussão entre os dois e Odin percebe que Thor ainda não está pronto para ser rei.

Thor fica full pistola com a decisão de Odin, destruindo mesas e gritando feito uma criança pirracenta, até a chegada do seu irmão Loki (Tom Hiddleston) para jogar algumas ideias não muito boas na cabeça de seu irmão. Ele diz a Thor que poderia haver a possibilidade de uma invasão muito maior vindo dos Gigantes de Gelo e faz com que Thor decida ir até Jotunheim para impedir, antes que o pior aconteça. Loki sabia que o irmão iria cair no papo dele, mas precisava mostrar preocupação com o que Odin iria pensar, mesmo não dando a mínima para isso. Após ser manipulado pelo irmão traiçoeiro, Thor e seus melhores amigos partem para Bifrost, onde convencem Heimdall (Idris Elba) a abrir a ponte sem muito esforço, visto que o Guardião da ponte estaria frustrado, devido a recente invasão dos Gigantes. Seu único objetivo é defender a entrada de Asgard e ele não conseguiu impedir a invasão, é claro que iria ficar frustrado.

Thor, Fandral (Joshua Dallas), Hogun (Tadanobu Asano), Volstagg (Ray Stevenson), Sif (Jaimie Alexander) e Loki partem para o reino dos Gigantes de Gelo, onde não são muito bem recebidos. Há uma batalha intensa entre os Gigantes e os Asgardianos, que percebem que estão em desvantagem e tentam recuar, mas Thor, com toda sua sede de batalha, continua enfrentando os inúmeros inimigos que vinham em sua direção.
Odin chega no meio da batalha para salvar Thor e os outros. Laufey então diz que uma guerra foi iniciada, o que não seria nada bom naquele momento visto que Odin estava ficando cada vez mais fraco.

Ao voltar para Asgard, Odin fica em fúria e, como castigo pela desobediência de seu filho, o manda para Midgard, tornando-o mortal até que o mesmo se torne digno novamente.
Thor cai no Novo México e se depara com Jane Foster (Natalie Portman) e Erik Selvig (Stellan Skarsgård), dois astrofísicos que estudavam anomalias pela região. Ah, e a estagiária da Jane também, que é completamente irrelevante para história e por isso vai ser ignorada. Nesta parte do filme, vemos Thor aprendendo a viver como um mortal, onde os dois cientistas tentam entender de onde ele veio e quem era ele.

Enquanto isso, Loki descobre que é da raça dos gigantes de gelo,  isso porque quando foi tocado por Laufey ele não foi congelado e sim foi mostrado sua verdadeira forma. Odin conta toda a verdade sobre Loki o que gera uma grande discussão entre eles. Loki passou toda sua vida sendo rejeitado pelos outros e agora ele entendeu o porque. Na discussão, Odin, que estava bem enfraquecido, cai diante de Loki e entra em hibernação, o famoso sono de Odin.

Com Thor banido e Odin adormecido, Loki então assume o trono, Sif e os três guerreiros amigos de Thor pedem ao Deus da trapaça para que o liberte da Terra. É claro que Loki inventa uma desculpa dizendo que não poderia fazer isso. Ele vai ao Reino dos Gigantes de Gelo para dizer a Laufey que foi ele quem deu uma brecha para que seu exército conseguissem roubar a Caixa e propôs um acordo onde os Gigantes de Gelo matariam Odin e ficariam com a Caixa. Mas, na verdade, Loki apenas permitiu a entrada dos Gigantes em Asgard para interromper a coroação de seu irmão. Ele também pediu a um guarda para que contasse a Odin que Thor estava indo para Jotunheim, assim como também sabia que, a qualquer momento, o pai de todos iria hibernar. Ou seja, Loki planejou tudo, mas Heimdall estava começando a suspeitar, visto que ele tem o poder de ver tudo no universo.






Na Terra, a Shield aparece para confiscar todos os equipamentos de trabalho de Jane e, com isso, a cientista ajuda Thor a chegar ao seu martelo, que também estava sob supervisão da Shield. Chegando lá, Thor, após passar por toda a segurança do local, consegue chegar ao martelo e acaba descobrindo que ainda não é digno de levantá-lo, nesta cena, vemos a primeira aparição do Gavião Arqueiro, interpretado por Jeremy Renner. Na cena, ele é impedido por Coulson de atirar em Thor e apenas apreende o agora “ex-deus”.

Loki aparece para seu irmão para dizer que Odin morreu e que a mãe não permite o retorno de Thor à  Asgard, o que o deixa bastante triste e o faz desistir de voltar para sua terra. Com isso, Thor vai aprendendo a viver como um mortal e sua relação com Jane vai ficando cada vez mais forte. Apesar de Thor ter aceitado sua nova vida como um humano, seus amigos de Asgard não estavam nem um pouco satisfeito com tudo o que vinha acontecendo na terra dos Deuses. Heimdall então abre a Bifrost para que os quatro guerreiros fossem para Midgard para contar a verdade a Thor e trazê-lo de volta.

Loki, claro, não quis deixar, por isso ele congela Heimdall e envia O Destruidor para matar Thor e seus amigos. Sem poderes, o ex-deus estava limitado e o máximo que podia fazer era ajudar as pessoas a fugir da cidade enquanto seus amigos tentavam parar a armadura viva, mas sem sucesso. Então, Thor pede que seus amigos retornem para Asgard enquanto atrasa a armadura e, após quase morrer neste ato heroico, ele volta a ser digno e volta a erguer o Mjolnir, recuperando todos os seus poderes de deus e conseguindo deter a armadura viva. Heimdall consegue se descongelar e trazer Thor e seus amigos de volta, mas, antes, Thor pede para que a Shield devolva todo o equipamento de Jane em troca de sua aliança.

Em Asgard, Loki mata Laufey para que o povo de Asgard acreditasse que ele era o herói e que tinha motivos de usar a energia da Bifrost para destruir Jotunheim. Thor chega a tempo de impedir seu irmão. A luta acaba quando Thor se vê obrigado a destruir Bifrost e com isso quase cai no espaço, sendo salvo por Odin, que repudia tudo o que Loki fez que, para não ser mais rejeitado, decide soltar Thor e cair no espaço.
O filme acaba com Odin dizendo que Thor ainda tem muito o que aprender, mas que segue orgulhoso pelos feitos de seu filho.



Continue com a gente pra ver as próximas parte desse nosso especial e de muitos outros conteúdos!

Faça parte da nossa pesquisa Clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário