Os Maiores Personagens Negros

Hoje separamos um espaço especial para eles, nossos heróis negros da ficção que não só lutam contra os vilões, mas também, em muitas das vezes, contra o preconceito racial. Vamos conferir!


Quando falamos na importância da representatividade, no mundo da ficção não é diferente. Hoje temos uma gama de super heróis negros na ficção, embora sendo ainda a minoria, tem papel fundamental na vida de todo bom fã de HQ's. Escolhemos alguns heróis que com certeza tiveram um destaque no quesito representatividade e que muitas vezes enfrentaram um vilão que aqui no mundo real ainda é motivo de luta, o preconceito racial. 

Super Choque

Começando pelo popular e mais aclamado jovem herói da DC, o companheiro dos nossos almoços na frente da televisão. Super Choque sem dúvida é o herói negro mais conhecido pelos jovens (depois de Pantera Negra).


Virgil Ovid Hawkings era um jovem estudante negro que devido a um acidente químico (que logo ficou conhecido como big bang) ganhou seus poderes elétricos e agora protege a cidade de Dakota dos meta-humanos (pessoas com superpoderes). Nos quadrinhos, Virgil é conhecido pelo alter ego Static, mas aqui no Brasil o conhecemos como Super-Choque.

Na versão animada, Super-Choque já teve varias participações com Batman, Superman e até com a Liga da Justiça inteira em uma luta contra o vilão Brainiac. Em um episódio onde acontece uma viajem para o futuro, Batman encontra Virgil como um líder da Liga da Justiça. Realmente um herói com muito potencial, tanto que pode se tornar um filme.


Na DC FanDome 2020 foi anunciado um Live-action com direito a Michael B. Jordan como produtor. Ainda não temos data de lançamento, mas estamos eletrizados de ansiedade aguardando.

A história de Super-Choque traz uma visão moderna de como um garoto negro divide a vida para ser um super herói. Também traz muitas questões raciais

Jonh Steward - Lanterna Verde

A tropa dos lanternas realmente é grande, desses, alguns são terráqueos, mas hoje vamos falar do mais querido deles, Jonh Steward. Ex-militar, foi encarregado de substituir Hal Jordan na tropa dos lanternas, com isso, se tornando o quarto lanterna verde humano.


A versão mais popular foi na animação Liga da Justiça onde John aparece na formação da liga, também é o mais querido pelos fãs devido ao sucesso da animação. 

John foi um dos primeiros lanternas a não usar máscara. Em um treinamento com Hal, Jonh diz que não precisa de máscara, pois não tem nada a esconder.


Nos cinemas quase tivemos esse personagem interpretado por Columbus Short e logo depois pelo rapper Common, mas o projeto não rolou. Parece que o Lanterna Verde de Ryan Reynolds deixou os produtores com um pé atrás.

Jonh foi um dos poucos representantes negros que já tiveram na formação da Liga da Justiça, essa lista estaria incompleta se não tivesse esse herói nela.

Luke Cage

Em 1972 surge o primeiro herói negro a ter sua própria HQ. Luke Cage traz uma história de visão sócio-política e representando de maneira incrível a comunidade negra norte americana .


Preso injustamente, Carl Lucas vai para a prisão, onde é submetido a vários experimento científicos contra sua vontade e sofrendo ainda mais devido a alguns guardas serem preconceituosos. Quando fugiu da prisão, adotou o nome de Luke Cage, e se tornou então um herói de aluguel.



Em 2016, a Netflix em parceria com a Marvel laçou uma série sobre o herói, trazendo um grande clássico dos quadrinhos. A série rendeu duas temporadas até 2018, muitos dos fãs acreditavam que o herói merecia um trabalho um pouco melhor, por ser um herói clássico da Marvel. 

Luke Cage é um herói negro raiz, e sua história retrata bem a injustiça americana e por isso ele merece estar nessa lista.

Tempestade (X-Men)

Sendo negra e mulher, Tempestade ou Ororo Munroe, faz parte do time original dos X-men. Filha de uma princesa queniana com um americano, perdeu seus pais ainda muito jovem, em um acidente de avião. Embora tenha morado em vários lugares, antes de entrar no time de mutantes mais famosos das HQ's, foi morar no Egito, e dali, sua história como heroína começa. 

Essa personagem incrível tem um coleção de títulos que engrandece qualquer mulher, já foi de Deusa da Chuva a Rainha de Wakanda, além de ter uma grande importância como líder dos X-men.


Essa incrível personagem já esteve representada nos cinemas. Em 2000, no filme Live-action X-Men: O Filme, Tempestade é muito bem interpretada por Halle Berry, e assim seguiu até 2014 em X-men: Dias de um Futuro Esquecido. Então o bastão foi passado para Alexandra Shipp em X-men: Apocalipse e fechando em X-Men: Fênix Negra.


Atualmente, Tempestade é a grande promessa nas HQ's, segundo o roteirista Gerry Duggan no evento Marvel Comics: Next Big Thing:

"Eu estou muito animado por esta história por causa da participação da Tempestade nela. Finalmente ela terá uma história “super-duper” legal que estamos morrendo de ansiedade pra contar. Quando virem a capa criada por Russel Dauterman e Matt Wilson vocês entenderão porque estou tão animado sobre essa história da Tempestade”.

A imagem que ele se referia era a nossa Tempestade dançando com nada mais nada menos que a Morte (filho de Apocalypse).


Tempestade tem sua importância por ser uma mulher negra que teve grande destaque nas HQ's, pois provavelmente, era uma das poucas heroínas negras na sua época de lançamento, e tendo em vista seus inúmeros títulos de poder, não só em hierarquia de status, mas também sendo uma das mutantes mais poderosas de sua equipe.

Pantera Negra

Achou estranho a gente não falar dele primeiro não é? É que primeiro vem a rainha, depois o rei. Pantera Negra sem dúvida foi o maior herói negro das HQ's e a mais impressionante adaptação para os cinemas, consequentemente, a despedida mais triste.

T’Challa é o príncipe herdeiro da nação Wakanda, um país desconhecido do continente africano. Mesmo que sua localização seja desconhecida pela grande parte do mundo, Wakanda é provida de tecnologia de última geração. T'Challa, após a morte de seu pai, veste o uniforme de Pantera Negra e jura proteger seu país das forças inimigas.


Pantera Negra foi o primeiro herói negro das HQ's, teve uma imensa participação no time dos Vingadores e do Quarteto Fantástico (1966). Mas ganhou suas aventuras próprias em 1968. Em 2006, casou-se com Tempestade, relacionamento que durou até 2012.

Ainda em 1976, Pantera Negra lutou contra a maior organização de supremacia branca, KKK (Ku Klux Klan) e já foi considerado pela IGN como o 10° melhor vingador.

Em 2018 foi lançado o primeiro Live-action solo do herói, rendendo mais de U$D 1,344 bilhões de bilheteria, o que realmente nos impressionou, pois não era um herói muito conhecido pela massa.

Chadwick Boseman foi ator que deu vida ao herói negro, o elenco ainda contou com Michael B. Jordan e Martin Freeman.

O sucesso foi tão grande que já foi confirmado um 2° filme do herói na continuação do UCM.


Infelizmente o mundo não é como nos filmes e no dia 28 de agosto de 2020, Chadwick Boseman faleceu depois de uma luta contra o câncer. Com esse acontecimento trágico, não sabemos o que o futuro reserva para o Pantera Negra nos cinemas, mas uma coisa é certa, Pantera Negra foi a maior representatividade do movimento negro dentro da ficção e Chadwick fez o que realmente um herói faria, lutou até o último momento por aquilo que acreditava e nos deixou ótimas lembranças com o seu talento.

Wakanda pra sempre!


Postar um comentário

0 Comentários