Game of Thrones S08E03 Review - Revista Jovem Geek

GeekNews

Revista Jovem Geek

O lado NERD da força.

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Game of Thrones S08E03 Review




Primeiramente, uma crítica: que episódio escuro. Essa temporada toda está mais escura que o normal e eu entendo a fotografia mais pesada, mas, numa batalha a noite, aumentar um pouco a exposição não matava ninguém. Na verdade, provavelmente matou um monte de gente que eu nem vi.

Sobre a parte do episódio que eu consegui ver, vamos falar sobre Joanerys. O plano era eles protegerem o Bran, mas "os mortos já estão aqui" então eles subiram nos dragões e foram mandar dracarys nos zumbis. Uma pena que não funcionou muito bem. O que foi aquela neblina? Eles ficaram voando por muito tempo sem fazer nada. Só fui entender que era gelo quando o a Melisandre (e caramba gente, a Melisandre apareceu na maior pose! Valar Morghulis!) chamou o Lorde da Luz e conseguiu colocar fogo nas barricadas, porque se não fosse isso eles todos teriam morrido nos primeiros dez minutos. 

Os wights pensam. Eles são tudo menos bobos e eles invadiram o castelo. Gente, eu já estava desesperada crente que ia morrer todo mundo e a Cersei ia ficar com o trono (pelo menos até o Rei da Noite chegar em King's Landing, né). Eles estavam em número menor, morrendo a estalar de dedos, o Sam chorando, o Arya sendo perseguida, a pequena lady Lyanna morreu como uma perfeita heroína enfiando a espada bem no olho de um gigante, o dragão-zumbi atacou os outros dragões, e o Jon? O Jon resolveu no meio de um campo cheio de mortos que ia acabar com a raça do Rei da Noite. Ele realmente não sabe nada. O Rei da Noite lançou a magia dele e fez todos os mortos levantarem. Todos os mortos. O que significa que não só os mortos vieram atacar o Jon (mas tudo bem porque a Dany apareceu com o dragão, que ela finalmente lembrou como usar, pra salvar o namorado - ela caiu do dragão no meio disso, mas já voltemos para esse ponto), mas que os mortos enterrados nas criptas levantaram também. 

Essa era uma teoria que surgiu no final do último episódio porque eles repetiram muitas vezes que a cripta era o lugar mais seguro. Acabou que não era e a teoria estava certa, foi um desastre porque todas as mulheres e crianças estavam lá embaixo indefesas contra um monte de zumbis. Essa treta nos proporcionou, entretanto, uma cena fofa entre a Sansa e o Tyrion. Eles se olharam nos olhos e sabiam o que tinham que fazer: lutar para defender aquelas pessoas, mesmo que morressem no caminho. Essa foi, pra mim, a melhor cena do episódio.

Então, lembra que a Dany caiu do dragão? No campo cheio de zumbis? Tadinha né, eu me despedi dela naquela hora. Mas parece que os roteiristas de GoT esqueceram que a série não poupa ninguém e resolveu poupar todos os principais. O Jorah aparece pra salvar a Dany, e a morte dele é a mais triste do episódio. 

No meio disso tudo, o Theon está defendendo o Bran dos wights, o Jon está lutando contra o dragão-zumbi, a Brienne e o Jamie estão lutando contra os wights e a Arya sumiu depois de trocar umas palavras com a Melisandre ('você matou olhos verdes, olhos castanhos e agora olhos azuis"). 
Nós também nos despedimos de Theon numa cena emotiva, ele acabou com todos os wights ao seu redor, mas o Rei da Noite chegou com mais um monte deles, então o Bran lhe agradece e ele, numa última tentativa, corre contra o Rei da Noite, que o mata com a maior facilidade do mundo. Se eu chorei? Sim ou com certeza?

Daí a gente acha que tudo está perdido, o Rei da Noite tira a espada pra atacar o Bran, a cena muda pro Jon gritando com o dragão (???)  e eu só pensava "fodeu fodeu fodeu fodeu fodeu". Eis que a Arya aparece e ataca o Rei da Noite pelas costas, pulando em cima dele com a adaga, mas ele a segura pelo pescoço e nós a ouvimos perder o ar (eu dei um grito!) e nós a vemos deixar a adaga cair, apenas para pegá-la com a outra mão e acertar no estômago do Rei da Noite. Ele se desfaz em pó junto com todo o seu exército. E aí nós sabemos que a guerra está ganha. 


Porém, o episódio não acaba aí. Ainda temos uma cena linda, quase ao nascer do sol, da Melisandre caminhando para além dos portões de Winterfell, tirando seu cordão e se desfazendo, sendo levada pelo vento. 



Nunca critiquei. 


Ao contrário do que muita gente está dizendo na internet, eu achei o episódio sensacional. Senti falta de mais mortes (nunca achei que fosse dizer isso sobre GoT) e a imagem estava mesmo muito escura, mas o plot twist foi incrível. E eu achei que eles deram uma dimensão muito boa para todos os personagens. 

A noite foi longa, mas sem tantos terrores. 

E agora #VemGuerraPeloTrono #ForaCersei 

Nenhum comentário:

Postar um comentário